Gerados pela Palavra os cristãos são como sementes de um novo tempo

diocese-15Diocese SJC - A humanidade, a sociedade brasileira e a Igreja vivem um momento que não é dos mais tranquilos. A Europa, além da crescente crise econômica que vem enfrentando nos últimos anos, em vários países, assiste agora à entrada de numerosos refugiados que buscam no velho mundo abrigo contra todo tipo de miséria que os ameaça em suas pátrias-mãe. No oriente e na África muitos cristãos, entre outros, têm sido mortos, vítimas do fundamentalismo e da violência de alguns grupos religiosos.

No Brasil, à crise hídrica que já vem trazendo graves consequências para o povo junta-se a mais grave crise ética, política e financeira com tudo que de negativo semeia entre a população, gerando revolta e atitudes impensadas, que se transformam em novos problemas. A Igreja encontra-se diante de desafios que a impulsionam a avançar sem medo, com criatividade e ousadia, ainda que em meio a dificuldades internas e externas. Ao mesmo tempo, no campo da evangelização, há quem insista em voltar para o passado, a um tempo em que tudo era (parecia) mais seguro e certo.

Esses e outros numerosos problemas assustam a todos, deixando as pessoas confusas ou levando-as a assumirem atitudes que, nem de longe, serão solução para a complexa situação atual.

Na atualidade há muita informação e muitos conteúdos veiculados pelos meios de comunicação. Nem tudo é verdadeiro, nem tudo é formador do coração humano na verdade e no bem, nem tudo ajuda o ser humano a ser presença que faz diferença.

É preciso ater-se ao que realmente pode ajudar as pessoas a serem diferentes e darem sua imprescindível colaboração na transformação daquilo que não está bem.

Aos cristãos, cabe a responsabilidade de situar-se frente aos problemas que afligem o mundo e a Igreja com atitudes e gestos nascidos não da reação humana a tudo o que os ameaça ou fere realmente, mas sim do encontro com aquela realidade que deu origem a todas as coisas e pela qual Deus gerou o seu povo na verdade: a Palavra da vida.

Ouvintes e praticantes da Palavra, os cristãos desempenham a tarefa de fecundar a realidade com o coração transformado pela luz e a força da Palavra divina, geradora dos autênticos valores do Evangelho: a esperança, a confiança, a alegria, a misericórdia, o perdão, o diálogo, a partilha, a solidariedade, o compromisso com a verdade, a honestidade, o profetismo, a fraternidade…

O mês de setembro seja tempo de graça para que os cristãos se aproximem da Palavra de Deus visando a renovação interior, fonte e causa da renovação da realidade.

padre_enidei_evaldo_batista

Pe. Edinei Evaldo Batista

Coordenador Diocesano de Pastoral e

Pároco da Paróquia Santa Teresa do Menino Jesus